Verão ’18 – Parte 1

Nada disto terá interesse se não começar este artigo de forma completamente descontextualizada; pelo que tem piada: o Bruno está em campanha eleitoral pelo município de Mação! Cardigos, Mação e Carvoeiro não saem do seu discurso, qual disco riscado, e por esse motivo o local de pernoita acabou mesmo por ser o Carvoeiro, local de onde escrevo o início destas férias de Verão em mota.

Nós somos dois casais amigos: eu, a Marta, o Bruno e a Mónica. Eles são padrinhos de casamento da Marta, namorados há 13 anos e amigos dela desde então, enquanto que eu apareci na vida deles após o início da minha relação. Temos muito em comum: eu e o Bruno andamos de mota e gostamos de aventura em mota; a Marta e o Bruno são os elementos sociáveis que fazem amigos em qualquer lado e, para juntar, de afeto fácil para com todos; a Mónica e eu somos os elementos reivindicativos que reclamam, fazem cara feia, mas no final acedem e ficam até contentes por ver os outros felizes; a Marta e a Mónica são mulheres…juntas com homens que muitas vezes as trocam por motas!

Felices los 4 – Publicidade gratuita

Quando a ideia de passarmos uma semana juntos a andar de mota, acampar e escaldar em praias fluviais ganhou asas, fiquei responsável por elaborar um roteiro com praias, locais de pernoita e sugestão de festas para diversão noturna…mas a espontaneidade faz a história e de um planeamento que começava por Ourém, acabámos por começar na Aldeia do Mato e dormir no Carvoeiro…a recordar o primeiro parágrafo

Por entre piadas, ironia, vai, não vai, fomos à descoberta de locais recônditos de Mação, quiçá em busca do verdadeiro cenário para a vitória municipal…enfim, aceitámos que a vida autárquica talvez seja demasiado ambiciosa e terminamos o dia melhores conhecedores da qualidade do solo em Mação e do fundo dos seus ribeiros. Estamos felizes!

One thought on “Verão ’18 – Parte 1”

Deixa aqui o teu comentário