Curvar

A incerteza, a apreensão, o medo; Todos fazem parte do acto de curvar.

Este é um processo de confiança crescente, em que calculas o ângulo de inclinação, testas a aderência dos pneus, o teu controlo sobre o centro de gravidade, sobre o teu corpo; Este é um momento de descoberta pessoal: aferir necessidade de adrenalina, do deslizar da roda, da coragem de abordar a curva cega com a emoção…ou com a razão.

A curva é de cada um, mas existe para todos. Curvar é um prazer, uma vontade, a liberdade!

Curvar é uma adição. Curvar…é a Missão!

Deixa aqui o teu comentário